terça-feira, 20 de julho de 2010

Primeiras Leituras

Com muita alegria estou retornando o convite da Lis Comunello. Sou nova nesse mundo de blogs, e nunca participei de um "meme". Além disso, amei o assunto!

Não recordo o primeiro livro que li. Desde muito cedo, antes de me lembrar, já era vidrada nas palavras, aquelas coisinhas que podiam nos levar a qualquer lugar do mundo. Aos 4 anos já lia palavras soltas em outdoors, aos 5 lia sozinha meus primeiros textos, minha mãe me ensinou a ler em casa.  Ela nunca me restringiu ao que eu podia ou não ler, e eu devorava todos os livros que encontrava pela frente. Na casa da minha avó, descia até o "quartinho da bagunça" e passava tardes divertidíssimas com os mesmos livros que em outro tempo entreteram minha mãe e meus tios. Na biblioteca da escola, muita coisa passou pelos meus olhos: a Coleção Vagalume me acompanhou muito neste tempo, e não foram poucas as vezes que troquei as bonecas pelos mistérios de Agatha Christie. Tenho orgulho de contar que inspirei minha irmã no gosto pela leitura, ao ler para ela a história da "festa de Margarete".

Mas o primeiro livro que lembro de me marcar profundamente foi "Mulherzinhas", de Louise May Alcott. O livro me marcou pela profundidade nas relações. Quatro irmãs que passaram muitas dificuldades, mas encontravam umas nas outras toda a força que precisavam: Jo, espirituosa, menina-moleque, não se preocupava com padrões; Meg, mais conservadora; Amy, apaixonada e impetuosa, e Beth, a mais frágil e doce.

E eu cresci, e depois li de tudo. Li coisas maravilhosas e importantes, li coisas inteligentes,  li coisas técnicas, mas nunca esqueci do sentimento de magia que permeava as primeiras aventuras.

Estendo o convite a Eliana Grimm, Tamara Sleyne, Patrícia Muller e Déa Balle. Espero que se divirtam escrevendo e relembrando, como eu me diverti.

2 comentários:

Patricia Müller disse...

Obrigada pelo convite, Carol. :) Quais as regras do meme? É só escrever sobre o primeiro livro que nos marcou?

Bjs.

Lis disse...

Carol, minha maior frustração é não ter aprendido a ler antes. Minha mãe era professora de pré-escola, alfabetizou centenas de crianças, mas não me ensinou. =(

Mas depois que aprendi, era bem difícil me tirar das minhas leituras. Eu não pensava duas vezes antes de trocar as brincadeiras pelos meus gibis, livrinhos e livros. hehehe...

Obrigada por ter participado do meme. =)